Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

O fiel amigo

DSC03882.JPG

 

Há boas e más rotinas. Não sair da cepa torta, do ram ram da vida poderá ser mais do mesmo, já outras rotinas se me afiguram bem positivas. É das últimas que me apetece tecer aqui duas tretas.

Meio da tarde, há que esticar as canetas, pelo passeio pedonal que vai da Ribeira de Abade até Gramido, terras de Gondomar. É sempre uma caminhada salutar para o físico e para a mente. Com o rio por companhia é um ver se te avias, pequenada, novos, assim assim, e velhos, a romper solas.

Há caras que já são habitué, uma delas entre outras é um ferrinho. Pessoa que pelo aspecto vê-se que não é de posses, (na imagem em descanso a meio da caminhada), boné às três pancadas e como auxílio para a andança uma bengala que foi recuperada da espinha dorsal dum guarda-chuva (a avaliar pela haste de madeira nota-se que não foi da chinesada), sacola a pedir reforma a tiracolo mais sobre o dorsal, vim a saber que transporta a merenda para si e para os seus amigos. E quem são os amigos? Dois cachorros, um já velhote, cego dum olho que lá se vai arrastando, o outro, um senhor cão, alentado, preto na cor e de nome, “labrador”é a sua raça, bem nutrido, cachaceira de envergadura, olhar doce, com boa pose mas mansinho como um querubim, que até as crianças o abraçam, diz o dono e eu confirmei. Só lhe falta falar, diz o seu tratador, sempre atento ao pequeno gesto que este lhe faça. A rotina deste trio desperta-me a atenção quando também muitas vezes ando por aquelas bandas. O ar fluvial e a oxigenação campestre ao longo do passeio pedonal bem como a proliferação das várias espécies avícolas no rio e nas margens, (palmípedes, gaivotas, corvos marinhos e outras aves mais leves, dão um ar biológico ao espelho de água), é um benefício a não desperdiçar, não só para os humanos mas também para a canzoada.

 

  Ant.Gonç.(antonio)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.