Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Aula de Pedagogia

O ano já ia a meio e a turma “G” que era constituída maioritariamente por estudantes do sexo masculino tinha aula de Pedagogia.
Eleutério Correia de Melo, um açoriano que assentou arraiais com a sua avantajada prole na cidade do Porto, morava na Rua do Bonjardim, era o Director da Escola do Magistério já há longos anos. Frequentador assíduo do Café Pereira no  Marquês.  Pessoa culta segundo se dizia, tinha dificuldades de visão, usava óculos com lentes grossas, era também professor de Pedagogia.
Em plena sala da aula estava a debitar a matéria certamente à volta de Pestallozi, quando bateram à porta pedindo licença para entrar. Era a empregada chefe, Senhora D. Olívia.
- Sr. Director dá-me licença?
- Faça favor de entrar.
- O senhor agente X da Direcção Geral de Segurança (antiga PIDE) solicita a presença do Senhor Director ao telefone.
E lá foi apressado com forte estatura, atender o senhor agente enquanto os alunos ficaram na sala por largo tempo na cowboiada.
Era sabido que na altura a DGS tinha os movimentos estudantis debaixo de olho e neste caso fica-nos a incógnita do teor de tal telefonema – a EMPPorto não tinha tradição de insurreições académicas. Seria certamente para fazer o ponto da situação se estava tudo sob controle, podemos agora especular.

Viver o presente com um olhar no passado, é bom, antonio

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.