Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Pelo ambiente

Do Freixo a Gramido, aqui no concelho de Gondomar, há um passeio pedonal que fica entre a estrada chamada marginal e o rio Douro. É bastante frequentado principalmente nos fins de semana.

Ontem andei por lá e o que observei? Não vão acreditar, ou talvez acreditem, sabendo-se que estamos num país sem brio profissional, quer no cume da pirâmide com os governantes, quer na base.

Pelo passeio pedonal há diversos pontos de água para saciar os utentes. Pois vi eu um funcionário da CMG, casaca e calças esverdeadas com listas transversais amarelas e cinza, no dorso era bem visível “ambiente”, afinar os pontos de água. Pois seria só isso que lhe mandaram fazer e sendo assim nem mais uma palheira ele afastaria do caminho!... Então um dos pontos de água foi afinado e, pasme-se, mesmo junto ao bico por onde sai a água, um montão de beatas que o funcionário, do ambiente frise-se, não se dignou tirar.

Pois é incrédulo que indivíduos das caminhadas no passeio andem com a chupeta na boca e depois deitem ali as beatas, mas que diabo o funcionário poderia ele ter uma atitude cívica ambiental afastando-as. O brio profissional não é para todos!... E as beatas lá ficaram naquele ponto de água até ver…

 

Nota: hoje fui ao local do crime para registar, como se vê, quartel em Abrantes tudo como dantes...

 

  (antonio)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.