Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

O cerco do Porto

 

arroz doce

 

O passeio JN/FNAC de ontem, domingo, 28 de outubro de 2012, com o GERMANO SILVA, teve como tema O CERCO DO PORTO. O meu amigo António abordou o tema no artigo anterior. O que me traz aqui então? Muito simples: duas histórias que aprendi com Germano Silva. As duas estão relacionadas com o cerco do Porto e com o arroz. Sabem, por acaso, quem inventou o arroz doce? Pois os que não sabem ficam a saber que o arroz doce foi inventado pelas mães, donas de casa e cozinheiras do Porto que, durante o ano em que ocorreu o cerco do Porto, só cozinhavam arroz. Então, alguém se lembrou de criar uma nova forma de apresentar o arroz. É que já estavam todos cansados de comer arroz. Vai daí, o arroz doce sempre veio mesmo a calhar... Por outro lado, a outra história tem a ver com o facto de se dizer a alguma criança, quando lhe queremos dar um castigo, «anda cá que eu dou-te o arroz», ou seja, dar arroz a alguém já era tido como castigo. Vai daí, dar o arroz a alguém era, pura e simplesmente, dar-lhe punição...

2 comentários

Comentar post