Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Por uma nota de vinte

No meu primeiro ano de trabalho da vida activa fui colocado numa escola à beira do jardim do Passeio Alegre, na Foz do Douro, na confluência do Douro com o mar, mesmo à ilharga da praia das Pastoras. O edifício ainda lá está mas com outras funções, está bem tratado exteriormente, diria um brinquinho, mas no miolo nem por isso segundo me informaram.

Quando lá cheguei foi-me entregue uma 4ª classe, como na altura se dizia, só rapazes, a coeducação veio depois. Era uma turma heterogénea, usando uma terminologia do senso comum, diria agora à distância liberto das funções docentes, uns eram duros como calhaus, outros espertos que nem águias. Como ainda vinha com ideias frescas do curso acabado de tirar lá fui dando o meu melhor para no fim do ano propor a exame os capazes. Quando essa altura estava a chegar, certo dia no fim de Maio senti algum desconforto com uma avozinha que zelava pela educação do netinho. A senhora dirigiu-se-me com a melhor das intenções suplicando-me que propusesse o netinho a exame, e enquanto expunha as suas razões falando-me ao coração tentou meter-me na mão uma nota de vinte paus, que não aceitei, dizendo à senhora que o seu netinho ainda não tinha atingido os saberes para ir a exame da 4ª classe, na altura os exames eram feitos com toda a pompa e circunstância na escola do bairro da Fonte da Moura. (Só para termo de comparação em relação aos 20#00, na altura um JN custava 1#50, agora é só fazer as contas, como dizia Guterres).

Este caso tocou-me de certa maneira, não pela alegada oferta monetária, mas sim pelo gesto da avozinha que queria o melhor, na óptica dela, para o rapazinho que ajudava a criar.

A vida também é feita de pequenas estórias, esta é mais uma.

 

 

  Fiquem bem, Ant. Gonç. (antonio)