Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

É tempo de carnaval

É tempo de carnaval, é tempo de folia e é tempo de confecionar um saboroso cozido à portuguesa e uma tradicional sopa seca.

Logo de manhã, arregacei as mangas e há que cortar as variadas carnes, lavar as hortaliças, descascar batatas, cenouras e nabos e levar tudo ao ponto de ebulição. Uf!

Estava eu nesta azafama gastronómica quando ouvi na comunicação social que mais uma vez a troika se instalara  no nosso país a farejar. Então matutei. Mais despesas?!  Mergulhada neste  pensamento e na tentativa de resolver os problemas financeiros do nosso país  com o objectivo de  dar um bom parecer aos trokianos decidi fazer mais um sacrifício e transformar as sobras de pão numa deliciosa sobremesa. É muito fácil de fazer e muito boa para quem gostar.

Corta-se o pão em fatias grossas. À água de cozer as carnes  junta-se o açúcar amarelo . Molha-se fatia a fatia no preparado e vai-se colocando no alguidar de barro às camadas, polvilhando com açúcar amarelo e canela. Vai ao forno bem quente até alourar o pão.

Espero que gostem

 

Com açúcar, com afeto

Benilde

1 comentário

Comentar post