Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Sexo no consultório

Já se tem ouvido que a nossa justiça bateu no fundo. Quando a justiça não é  célere e eficaz, já não o é.

Um caso que deu brado em blogues e em toda a comunicação social foi o que se passou no consultório dum psiquiatra, ali para os lados da Foz, que fez sexo não consentido com uma paciente. Foi condenado em primeira instância a cinco anos, onde teve amigos de peso a aboná-lo, entre outros, um conhecido sexólogo aqui do Porto. Recorreu da sentença para a Relação e foi absolvido. E agora a paciente ofendida, não certamente no critério da Relação, terá de pagar as custas do processo.

Esta é uma estória péssima que hoje revivi no programa da SIC – Querida Júlia (Júlia Pinheiro). E, lembrei-me dum saudoso jornalista, Fernando Pessa, com as suas tiradas: e esta hein?

 

 ver:

 http://sic.sapo.pt/proj_queridajulia/Scripts/videoPlayer.aspx?videoId={4B176334-D269-4D5C-BF8E-7AD1691E7CEA}

 

 

 

 

 

 

 

  (antonio)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.