Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Olhar o Porto - CXIII (O dia das festas)

15 de Agosto. Vamos esquecer o adágio popular que o primeiro dia de Agosto é o primeiro dia de Inverno. É um dia pivot, há festas a dar com um pau por todo o lado. É também um marco, para uns do regresso de férias e para outros o começo das mesmas. E hoje quando se fala em férias tem-se em mente pôr o rabo ao laréu lá pelo Algarve, para quem pode. Os menos afortunados com as eventuais sobras do subsídio de férias vão ali para a praia das Pastoras, do Homem do Leme ou do Molhe na Foz, a levar com as nortadas nas trombas.

Hoje meti pés a caminho, ao p´ra lá e ao p´ra cá e fui à Serra, recordar memórias do meu subconsciente. Andava já com uma fisgada há uns anos, mas não tinha tido oportunidade de pôr a escrita em dia. Todos os anos se vem realizando uma festa que era eminentemente rural embora plantada em meio citadino – Serra do Pilar. Testar como estavam as coisas, foi o meu lema, a transformação dos costumes são inevitáveis bem como os protagonistas desses locais de romaria.

Já não fui encontrar lá as alfaias agrícolas que tinha memorizado há algumas décadas. Que diabo, agricultura vai no Batalha, ainda estavas à espera, antonio, de ver lá escadas de vários passais, algumas de abrir, ancinhos, manguais, rasas, rasoiras, quartas, pipos e pipinhas, enxadas e sachos?!...  Claro que não. Mas não desperdicei o tempo pois aquela vista soberba lá de cima a "olhar o Porto", encheu-me as medidas. 

 

   (antonio)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.