Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Pela ruralidade - LXI (Chapéus de palha)

 

Quando chegava a canícula eles faziam cá um jeitaço para reduzir o caloraço das mulheres no campo. Estes da imagem são exemplares de chapéus de palha de mulher, têm todos para cima de trinta anos. Encontrei-os desactivados, alguns feitos num oito, na abegoaria, no alpendre e sobretudo em palheiros também estes em estado de ruína, símbolo dum labor agrícola que já não existe.

 

Nas sachas, nas segadas, a empegar o milho do restivo, a ralentá-lo, a cortar-lhe o pendão  a escochá-lo, ou nas malhas o chapéu de palha dava alguma fresquidão na execução destes e outros trabalhos agrícolas!...

 

E para final de conversa, chapéus há muitos, recordando Vasco Santana.

 

 

    (antonio)

2 comentários

  • Imagem de perfil

    antonioduvidas 20.07.2010 07:58

    Eu compreendo que quem não calcou a bosta dos caminhos rurais e não terá mergulhado no Portugal profundo, terá alguma dificuldade na descodificação de alguns termos. É certo que a Net é uma boa ajuda mas reconheço que nem tudo lá aparece.

      (antonio)
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.