Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

"Velharias"

Como gostamos de preservar as “velharias” do mundo rural, mão amiga disse-nos que o recém- aberto museu municipal de Penafiel era digno de ser visitado. Ora bem, meti pés a caminho e fui satisfazer a minha curiosidade. Gostei do que vi quer do edifício dos arquitectos Távora quer das peças expostas ligadas a ruralidade.
Quando cheguei a casa deu-me para fazer buscas na internet de museus rurais. Então encontrei um site dum museu particular, Fernando Abreu, de Moreira de Cónegos freguesia de Guimarães. Fui lá e também gostei da quantidade e variedade de utensílios agrícolas que o dono foi coleccionando e que agora mostra graciosamente.
A quando desta viajem fui por Santo Tirso e aí aproveitei para almoçar. Andei pelo parque amplamente arborizado com frondosos plátanos e carvalhos americanos, com canteiros de relva bem tratada, tudo em asseio. Nisto vejo um carro com ar de abandono com uma peia numa roda. Helás, cá para os meus botões, aqui perto deve haver uma esquadra de polícia. Olho à volta e bem dito, bem certo, vislumbro num prédio antigo um dístico da PSP. Um escarro junto ao belo jardim, senhores!...
 

  Fiquem bem, antonio

4 comentários

  • Imagem de perfil

    antonioduvidas 29.09.2009 18:57

    Apercebo-me agora pela maneira como me interpelas de que não fui claro. Do que não gostei não foi da edifício da esquadra, velho ou novo pouco interessa, mas sim do carrinho a caminhar para sucata todo enfezado, sujo, cheio de folhagem no parabrisas com os alicates da ordem  como se vê na imagem. Ele é que está a destoar ao lado do belo jardim.
     
    Quanto às fotos: quando estou a ver coisas que gosto não me deixo abstrair para não passar do visionamento dum objecto real para o ver noutra dimensão. E no caso de Moreira de Cónegos como é numa casa particular, eu era um desconhecido e como tal poderia não ser bem visto se puxasse da máquina fotográfica. Mas meu caro não fiques com um ar de pobreza que irás por aqui ver peças do meu museu, estou a trabalhar para isso.
     
      (antonio)
  • Imagem de perfil

    Franc 29.09.2009 22:30

    «...peças do meu museu...» Boa malha, meu caro. Isto sim, isto é música para os meus ouvidos. Que Deus te dê saúde para levares avante todos os teus projectos. Aquele abraço do Francisco.
  • Imagem de perfil

    antonioduvidas 30.09.2009 19:07

    Bem, optimizei um pouco falando em museu. Tenho sim  uns trastes da ruralidade que vou compilando...

      (antonio)
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.