Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Fim de feira

Quem sai deste rectângulo à beira mar plantado e entra em países da chamada europa central ou mais a norte, fica entusiasmado com a educação a todos os níveis que esses povos emanam. Mas se vamos para sul, países do norte de África ou mais abaixo, então esses ainda são piores do que nós, no deita para o chão, falamos de lixo.

Hoje presenciei do princípio ao fim uma limpeza no final da feira, nomeadamente na Afurada. A feira tinha sido de manhã e então em todo o terreiro ficou uma plantação de papelada, plásticos e afins, próprio de um país do terceiro mundo. Veio pessoal com sopradores e um camião vassoura que andou por ali tempo demasiado em voltas e mais voltas a aspirar toda aquela lixeira.

Enquanto por ali estive a observar o trabalho foram-me ocorrendo ideias. Então o presidente da CMGaia que se gaba de ter feito obra e tem, digo eu, do que conheço à beira mar, e ainda não se lembrou de no recinto da feira colocar contentores para os feirantes aí colocarem os trastes?!...

E depois pensei, isso certamente não interessa muito, pois a empresa de limpeza tem que ter trabalho. E às tantas interrogo-me: quem estará à frente dessa empresa? Como foi criada? E com que fim específico?

E quanto às lixeiras, no fim de feira, são extensivas a todas as que há por aí.

 

 

 

   (antonio)