Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Pelo JN

Hoje na grande entrevista no Jornal de Notícias Pinto da Costa deseja a reposição dos jardins na Avenida dos Aliados. Boa.

 

Notícia triste foi o desaparecimento de Georges Moustaki, o cantor melodioso que tanto ouvimos na juventude. Vamos ao youtube ouvir e ver as suas deliciosas canções e a sua figura inconfundível! Que saudades... Não digo que me fechei no quarto, mas quase, a desfolhar a sua voz, as lágrimas iam-me atraiçoando!...

 

  (antonio)

"Pecado na Igreja"

Já notei, meu caro António, que tens uma particular apetência para reparar nos pecados da Igreja Católica Apostólica Romana, aqui designada simplesmente por Igreja. Não sei se mais alguém reparou nisso porque eu não queria ficar com a fama da mania da perseguição. Li com atenção o teu artigo e dou comigo a concluir o óbvio, ou seja, em todas as sociedades os seus membros pecam. Ou há alguma sociedade em que os seus membros não pequem? Não sejamos ingénuos... Aceite esta premissa, reparo no que não é novidade para ninguém, ou seja, a Igreja é uma sociedade dentro da sociedade. Como tal, tem as suas virtudes e os seus pecados. Era suposto não os ter? É evidente que sim como era suposto outras sociedades também não os terem. Era suposto ser um exemplo de virtudes? Era suposto ser mas se os seus membros são humanos, como podem eles próprios fugir a essa condição terrena? Felizmente para a sociedade civil que há muitos membros no seu seio que são exemplo de virtudes. Felizmente que na sociedade eclesiástica há muitos membros que são exemplos de virtudes.

Abraço do Francisco.