Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Uma seca brutal

Na viragem do ano Velho para o Novo enquanto muitos estavam a ver na TVI quem é que ia para a cama com, outros andavam aos pinotes, felizes, a enxotar o “Velho”, eu fiquei no sofá fazendo “zapping” em frente do ecrã mágico, parando pelo Porto Canal que estava a dar em direto o foguetório que subia da CMP.

 

- Boa Rui Rio, andam a dizer que és um unhas de fome mas fizeste ver ao Costa da CML, que este ano jogou no escuro!... Trocaram-se as voltas, a Lisboa gastadora deu um bom exemplo troikeiano, agora os de cá de cima bem podem baixar a bolinha!

Mas voltemos à Baixa através das reportagens do Porto Canal. A figura mais aparecida, ávido tal como os políticos de protagonismo, de seu nome Fernando, conhecido já a nível nacional com alcunhas que me dispenso de referir, e que diz à boca cheia “o meu pai é Pinto da Costa” (em Lisboa quando por lá aparece junto às câmaras, já não diz a mesma coisa). A jovem repórter viu-se à nora com aquela figura tão adesiva como uma lapa. Para uma próxima bem poderá o Porto Canal socorrer-se de seguranças para proteger os repórteres da impertinência de semelhante emplastro.

Estive a redigir estas linhas enquanto estava a apanhar uma seca do camano à espera que a dentista me atendesse, não tinha consulta marcada. Ao menos tinha à frente da sala de espera a verdura do jardim Paulo Valada.

 

 

 

 

  (antonio)