Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Olhar o Porto - CIV (Prenda de Natal)

Esta é a minha prenda de Natal para Rui Rio com um retorno desejado.

Já por aqui dei a entender que não vou muito em fogachos natalícios. Eu sei que todo o bicho careta dá ou recebe prendas e então para gente de status nesta quadra são carradas de presentes. Nem todos farão como o Presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores, segundo um e-mail que me chegou à caixa do correio, envia tudo, excepto se forem flores, para o Banco Alimentar. Segundo o autarca uns dão como reconhecimento de algum antecipado favor visto na óptica dos oferentes, outros dão um chouriço para depois terem na volta um porco!...

A minha oferta natalícia para o Presidente da Câmara do Porto é esta imagem degradante e perigosa, antiga fábrica de esmaltagem Mário Navega, que fica em cima, é o termo, da Rua do Freixo.  Mesmo sabendo-se que os escombros são de entidade particular, o Senhor Presidente da Câmara que deverá ter um relacionamento privilegiado com a Protecção Civil, tem o dever de olhar por esta triste, mortífera e vergonhosa situação para amanhã não estar a chorar lágrimas de crocodilo por alguma fatalidade que possa acontecer, e não vale depois tergiversar.

Ai, ai, aquela triste rua, que faz parte dos sítios andurriais da cidade, sempre apinhada de carros a andar a passo de caracol e acontecer um pequeno tufão, nem é preciso ser tão forte como o que aconteceu na região do centro do país, nem é bom pensar!...

Ontem tive de passar na citada rua sempre com o credo na boca, motivo que me levou mais uma vez a referir-me àquela situação tremebundas.  É também uma atitude de cidadania estar aqui a fazer este alerta.

 

 

ver:http://magisterio6971.blogs.sapo.pt/258865.html

 

(antonio)

É Dezembro!

 

 

É Dezembro! É tempo de advento! É tempo de Paz! É tempo de Natal! Como é Natal quando o Homem quiser, que seja já hoje Natal! E que seja Natal em cada um de nós! E que seja Natal em cada português com responsabilidades políticas! E que seja Natal na alma e na consciência de todos os portugueses que têm responsabilidades governativas!

 

 

Saudações natalícias do Francisco.

Pág. 2/2