Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

OLÁ COLEGAS DO NOSSO CURSO

 

A data do nosso ' GRANDE ENCONTRO ANUAL ' está a aproximar-se. A Organização, empenhou-se em nos proporcionar um dia muito agradável e especial, aliás como já vem sendo hábito, nos nossos encontros; além dos colegas,o Rio Douro irá ser testemunha de tudo... Um bem-haja para a Ana, Zé Manel, Conceição e Luísa;  não se preocupem em demasia, pois tudo irá correr conforme o planeado. Na data certa, já falei com a Luísa a comunicar que não poderia estar presente, pois a data coincide com um compromisso familiar. Acreditem que tenho imensa pena, mas não se pode estar em dois sítios ao mesmo tempo!...

Aproveito para saudar todos os colegas e muito em especial, os colegas Francisco e António pela grande aposta no blog do nosso curso.

Parabéns pelo grande empenho e persistência no 'nosso', VOSSO BLOG. Vocês não param de enriquecer, aquilo que deveria ser feito por todos os colegas do curso. Os homens, realmente, têm mais disponibilidade de tempo e... (pronto, pronto... já tapei os ouvidos...), as colegas também poderiam participar mas…. Têm falado com a Graça? Coitada, perdeu o piu, como a Porcina.

No encontro,tenham cuidado para que não desapareça nenhuma carteira! Ah...Ah...Ah...

Colegas aproveitam o máximo no Encontro, entrelaçando a conversa com a recordação, a saudade e a boa disposição.

Um grande abraço para todos.

 

Porcina

 

Olhar o Porto

A manhã estava cinzenta, uma chuvinha de molha tolos não dava para fazer gazeta a mais uma visita à cidade. Quando mais não fosse, o facto de não ficar na morrinhice era já um bom motivo para começar o domingo em grande!
A Foz velha, sob a orientação do historiador da cidade, Germano Silva, era o mote a descodificar. Logo ali no jardim do Passeio Alegre, ponto de partida, foi-nos dito que o jardim tal como o conhecemos hoje tem cento e poucos anos. Antes era um areal onde os pescadores espalhavam as artes da pesca nomeadamente as redes. Junto aos “pilotos” o antigo farol de S. Miguel o Anjo do século XVI o mais antigo de Portugal. Numa das laterais ostenta gravada na pedra D. Miguel, bispo beneditino de Viseu grande impulsionador de toda esta zona.
O castelo da Foz foi a etapa seguinte, actualmente ocupado com serviços do exército. No seu interior ruínas da antiga igreja que foi sacrificada com a construção do baluarte defensivo. Depois pelo miolo das ruas e ruelas históricas da Foz Velha, pisadas por gente da escrita como Raúl Brandão, Eugénio de Andrade, Rebordão Navarro e de outras artes como Irene Vilar.  Fomos vendo e ouvindo as dicas sobre as diversas capelas que por ali abundam. Sinais dos tempos em que a religiosidade estava bem arreigada por toda a cidade e de modo especial nesta zona de pescadores e outra gente ligada ao mar.
Finalmente a Igreja de S. João da Foz, feita pelos Beneditinos, foi admirada em todo o seu esplendor. Tem os altares em talha dourada, o mesmo artífice que fez a talha da Igreja de Santa Clara. Uma chamada de atenção para a boa manutenção desta Igreja, o mérito vai para o actual pároco como assinalou Germano Silva.
 

Bem, para a semana há mais sobre o Porto. Fiquem bem, antonio

Conhecer melhor a cidade do Porto X

Continuo a dizer, repetindo-me, que não há, realmente, razão para não conhecer melhor a cidade do Porto. Desta feita e mais uma vez conduzido pelo Sr. Germano Silva, na zona da Foz Velha. Já agora, atenção à revista VISÃO que irá sair na próxima quinta-feira, 19 de Junho de 2008, pois é suposto que anuncie a próxima saída. Posso desde já confidenciar-vos que se trata de uma visita de estudo aos locais onde são mais característicos os São Joões da cidade do Porto, concretamente a Lapa e Cedofeita. No entanto, se desejarem dar uma vista de olhos a alguns recantos que a metereologia permitiu registar, queiram fazer o favor de clicar sobre a fotografia. Saudações tripeiras do Francisco.