Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Crónica seis

Sem me querer repetir, não posso deixar de pensar que pertenci a um curso espectacular. E se não deixo de o pensar, é igualmente verdade que não páro de o afirmar. Vou partilhar convosco uma recordação que, certamente, todos vós tereis. Quando hoje olho para este edifício onde funcionou a Escola do Magistério Primário do Porto, nomeadamente para a sua fachada principal, vejo a mesma porta central ou principal e as duas portas laterais. Pois bem. Quando para aquele edifício entrámos, corria o ano de 1969, foi-nos dito que a porta principal era destinada aos professores da escola e as laterais eram para uso dos alunos, sendo que uma era a dos rapazes e a outra a das raparigas. Assim estava superiormente estabelecido e assim foi cumprido. Há até algumas provas fotográficas desse facto. Veja-se, por exemplo, onde foi efectuada a fotografia do grupo de rapazes que iniciou o curso: na escadaria da porta de entrada dos rapazes, como é óbvio. Só que este curso era constituído por gente diferente. Tinha personalidades muito fortes e poderemos até dizer que eram já muito avançadas para a época. E a prova disso está no facto de uma das coisas que sofreu alteração foi a serventia das 3 portas de acesso, ou seja, professores, funcionários e alunos puderam passar a usar, indistintamente, qualquer porta. Esta alteração aconteceu com toda a discrição e a normalidade de funcionamento nunca foi posta em causa. É por isso que sinto o maior orgulho em ter pertencido ao curso de 1969/71 da EMPP.