Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Olhar o Porto

    Rua de Trás junto ao Largo dos Loios

  (imagem do blog "comboio azul", com a devida vénia)

 

Há memórias que fazem parte da nossa vida. E então as da juventude perduram e saltam-nos a cada passo a terreiro. Logo a partir dos 20 comecei a fazer do Porto terra minha que palmeava por aqui e por ali.
Na Rua de Trás, que vai do largo dos Loios até à antiga cadeia da Relação no Campo dos Mártires da Pátria, vulgo, Cordoaria, logo no começo da rua havia um papagaio que fazia as delícias do pessoal. O filho dum gaio além de outras palradelas imitava na perfeição o apito do polícia sinaleiro que estava na confluência do Largo dos Loios com a Rua dos Clérigos. A ganapada delirava com essas irreverências. Estava à entrada da Casa Leandro, uma casa de pasto antiga, vê-se na imagem, que ainda hoje existe. Segundo os herdeiros esteve ali durante 40 anos tendo morrido já há uns tempos.

    

       Fiquem bem, antonio