Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Olhar o Porto

Passei pela Avenida dos Aliados, que já foi sala de visitas da cidade do Porto, assim como quem não quer a coisa. A maior árvore de Natal da Europa, bota p´ra lá, está a subir, a subir!... Uma enorme tenda no meio da avenida despertou-me a atenção, é o local de apoio à construção da dita árvore!
É interessante ouvir os comentários dos passantes ao verem todo aquele aparato:
“é só vaidades para abafar o que de triste fizeram a este emblemático local” “a gente bem barafusta mas eles fazem o que lhes apetece, têm o poder”; e num remate “em relação ao fascismo há apenas uma diferença, é que nós agora podemos mandar vir!...”

Sem embarcarmos em saudosismo miserabilista também achamos que todo este folclore nada tem a ver com os verdadeiros interesses das pessoas razão principal de saber entender a cidade.
Um estudo encomendado pela Porto Vivo (CMP) a uma empresa sugere mais sombra e canteiros para a Praça e Avenida dos Aliados. Pudera, só não vê quem não quer ver!... Sugiro visionamento do artigo no JN do arq. Gomes Fernandes, do dia 24 intitulado "A Avenida". Vem de encontro àquilo que já aqui abordamos várias vezes sobre os Aliados, mas vindo de quem vem é de facto demolidor e alguns devem ter metido a cabeça na areia uns agarrando-se aos prémios internacionais outros empoleirado-se nas maiorias!...

 

                Fiquem bem, antonio

1 comentário

Comentar post