Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

Magistério6971

Os autores deste jornal virtual apresentam a todos os visitantes os seus mais cordiais cumprimentos. Será bem-vindo quem vier por bem.

46.º aniversário de curso X

Chegou, estimados colegas.
É só para vos transmitir que recebi hoje, 11-07-2017, pelo correio postal, o dvd com o registo do evento e a fotografia do grupo. Vou dar a minha apreciação, ou, se preferirem, vou fazer a minha avaliação ao dvd. BOM. Numa escala de 0 a 10, dou 9. Peca ou pecou pelo preço: 10 euros foi um exagero. Cinco euros era mais do que suficiente. (À consideração da próxima comissão, em Cinfães). Vou agora fazer uma avaliação técnica: boa imagem, boa escolha, enquadramento, seleção e sequência de imagens, bom fundo musical.
Resumindo, são 45 a 50 minutos muito agradáveis de recordar.

Abraços para todos.

Capa do dvd do 46.º aniversário

 

46.º aniversário de curso VI

No dia 27 de Maio de 2017, a Comissão Organizadora de Penafiel, constituída pelos colegas Adelaide Dia, Maria Luísa e António Bessa, realizou o encontro comemorativo do 46.º aniversário do curso de 1969/71 da Escola do Magistério Primário do Porto. A concentração foi ao Espaço Cidadão, junto às Termas de S. Vicente. O historiador, Dr. Coelho Ferreira, fez uma breve abordagem ao nascimento e crescimento do Hotel das Termas, do qual foi cliente, entre outros, António Nobre. Seguiu-se uma viagem de autocarro pela Rota do Românico. Iniciámos com a visita guiada à Igreja de S. Miguel, exemplar característico da transição entre o Românico e o Gótico. Na Epístola de Judas, Miguel é citado especificamente como "arcanjo". Os santuários cristãos em honra a Miguel começaram a aparecer no século IV, quando ele era percebido como um anjo de cura, e, com o tempo, como protetor e líder do exército de Deus contra as forças do mal. Paragem para café na Marina de Entre-os-Rios, com o historiador a chamar a atenção para as placas comemorativas das cheias do rio Douro que estão afixadas nas paredes das casas do largo. “O rio Douro era mau, antes da construção das barragens do Torrão e do Carrapatelo”. Existe no largo um cruzeiro junto ao qual se comemoram as Festas das Endoenças. Seguiu-se a visita à Igreja do Salvador de Cabeça Santa. Este é o exemplo demonstrativo de que os templo românicos não tinham torre sineira, visto a deste templo ter sido construída, posteriormente, em frente e não encostada. Seguiu-se o repasto, na Quinta da Casa do Pinheiro. Houve a intervenção do Rancho Folclórico de Boelhe. Duas decisões importantes foram tomadas pelos presentes: a da Comissão Organizadora do próximo evento, tendo sido aceite pelos colegas de Cinfães e a da marcação do evento comemorativo do 47.º aniversário para o penúltimo fim de semana do mês de Maio de 2018. O evento foi encerrado com a degustação do bolo de aniversário, cantando os parabéns ao som do Rancho Folclórico de Boelhe.

46.º aniversário de curso V

No dia 27 de Maio de 2017, a Comissão Organizadora de Penafiel, constituída pelos colegas Adelaide Dia, Maria Luísa e António Bessa, realizou o encontro comemorativo do 46.º aniversário do curso de 1969/71 da Escola do Magistério Primário do Porto. A concentração foi ao Espaço Cidadão, junto às Termas de S. Vicente. O historiador, Dr. Coelho Ferreira, fez uma breve abordagem ao nascimento e crescimento do Hotel das Termas, do qual foi cliente, entre outros, António Nobre. Seguiu-se uma viagem de autocarro pela Rota do Românico. Iniciámos com a visita guiada à Igreja de S. Miguel, exemplar característico da transição entre o Românico e o Gótico. Na Epístola de Judas, Miguel é citado especificamente como "arcanjo". Os santuários cristãos em honra a Miguel começaram a aparecer no século IV, quando ele era percebido como um anjo de cura, e, com o tempo, como protetor e líder do exército de Deus contra as forças do mal. Paragem para café na Marina de Entre-os-Rios, com o historiador a chamar a atenção para as placas comemorativas das cheias do rio Douro que estão afixadas nas paredes das casas do largo. “O rio Douro era mau, antes da construção das barragens do Torrão e do Carrapatelo”. Existe no largo um cruzeiro junto ao qual se comemoram as Festas das Endoenças. Seguiu-se a visita à Igreja do Salvador de Cabeça Santa. Este é o exemplo demonstrativo de que os templo românicos não tinham torre sineira, visto a deste templo ter sido construída, posteriormente, em frente e não encostada. Seguiu-se o repasto, na Quinta da Casa do Pinheiro. Houve a intervenção do Rancho Folclórico de Boelhe. Duas decisões importantes foram tomadas pelos presentes: a da Comissão Organizadora do próximo evento, tendo sido aceite pelos colegas de Cinfães e a da marcação do evento comemorativo do 47.º aniversário para o penúltimo fim de semana do mês de Maio de 2018. O evento foi encerrado com a degustação do bolo de aniversário, cantando os parabéns ao som do Rancho Folclórico de Boelhe.

46.º aniversário de curso IV

Estimados colegas
É com todo o gosto que vos apresento o prospeto que a Comissão Organizadora do evento comemorativo do 46.º aniversário do nosso curso elaborou.
Está muito bonito, muito colorido e com todas as informações necessárias para fazermos as nossas inscrições e para encontrarmos, sem dificuldade, o local.
Faço votos para que tudo corra bem à Comissão Organizadora.

46.º aniversário de curso